Saiba o que deve ser evitado pelo paciente renal durante a Semana Santa

blog-image
Em feriados ou datas comemorativas sempre bate aquela dúvida sobre o que o paciente com problema renal deve ou não ingerir. Durante a Semana Santa, peixes, chocolates e preparações com leite de coco ou azeite de dendê são alimentos muito consumidos, mas deve-se ter cautela.

Chocolate
O apelo para o consumo do chocolate durante a Páscoa é grande e o paciente renal crônico deve saber que comer chocolate em excesso pode alterar o fósforo e o potássio, sendo prejudicial para os ossos e desencadear problemas no coração, até fraqueza muscular.
A quantidade recomendada aos pacientes é um bombom ou três tabletes, de preferência amargo ou meio amargo. Importante considerar no caso de pacientes com diabetes que o açúcar do chocolate em excesso pode alterar a glicemia.
 
Gorduras
Uma das nutricionistas da Clínica Prorim, Fernanda Barreiros Patury, alerta para que se tenha cuidado com a ingestão excessiva de gorduras. “As pessoas com doença renal crônica devem ter atenção a outros fatores associados ao consumo desses alimentos, como o elevado teor de fósforo presente nos chocolates e no óleo de coco, existente no leite de coco. Assim, pacientes renais devem ter cautela no consumo deles, se os seus níveis de fósforo no sangue estiverem altos. Isso pode ocorrer tanto em pacientes em diálise ou em tratamento conservador”, explica.
 
Peixes
Sempre presente na mesa durante a semana santa, os peixes e frutos do mar em geral devem ser evitados ou preparados de forma especial. Isso porque possuem alto teor de ácido úrico, a exemplo da sardinha, escalope, truta, cavala, salmão, bacalhau e arenque.
 “O ideal é dar preferência a peixes assados, cozidos ou grelhados, e utilizar temperos naturais, tais como cebolinha, cebola, alho, orégano, manjericão, cominho, louro, dentre outros. Deve-se evitar o consumo excessivo de sal e não utilizar temperos industrializados, pois são riquíssimos em sódio”, indica a nutricionista.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa Clínica Prorim

Comentários

Deixe um comentário

Informação: não é permitido conteúdo HTML!
* Campos obrigatórios